Após derrota, Valdivia lamenta erros do Palmeiras no clássico

Chileno acredita que chances desperdiçadas pelo time alviverde no primeira etapa poderiam ter dado outro rumo ao jogo contra o Santos

FERNANDO FARO, O Estado de S. Paulo

20 de outubro de 2014 | 10h17

Aniversariante no último domingo, quando disputou o clássico contra o Santos, o meia Valdivia não teve o presente que esperava e o Palmeiras acabou derrotado por 3 a 1 após dominar praticamente o primeiro tempo inteiro da partida, válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para o chileno, a falta de pontaria na hora das conclusões foi fundamental para que a sorte da partida fosse mudada. Nas duas primeiras chances que teve, o Santos marcou com Geuvânio e Gabriel e praticamente liquidou a partida no fim da etapa inicial.

"Tivemos duas chances claras no primeiro tempo, mas futebol não é merecer, tem que ganhar; o gol é o que decide a partida. Nós não fizemos e o Santos aproveitou a hora certa, matou o jogo com o gol logo no início do segundo tempo", disse o meia, ao lembrar do segundo gol do atacante Gabriel na partida, o terceiro santista.

Assim como o técnico Dorival Júnior, Valdivia também reclamou da desatenção coletiva no lance do segundo gol, quando o meia Lucas Lima acionou Mena e o lateral cruzou para Gabriel marcar. No momento da cobrança, os palmeirenses ainda reclamavam da marcação da falta.

"Clássico se decide nos mínimos detalhes, não tivemos atenção nisso e acabamos perdendo. Esse foi um detalhe em que não prestamos atenção na hora da cobrança de falta. Precisamos corrigir", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeirasValdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.