Após derrota, Valencia demite técnico Sánchez Flores

Oscar Fernández, que treina a equipe reserva, assumirá o comando até a contratação de um novo profissional

Reuters,

29 de outubro de 2007 | 09h27

O Valencia demitiu o técnico Quique Sánchez Flores na madrugada desta segunda-feira após a derrota por 3 a 0 para o Sevilla pelo Campeonato Espanhol. Apesar da derrota, o Valencia se manteve em quarto lugar na classificação do Espanhol, apenas 4 pontos atrás do líder Real Madrid. Na semana passada a equipe havia sido surpreendentemente derrotada por 2 a 0 pelo Rosenborg, pela Liga dos Campeões, e está em terceiro lugar no Grupo B, quatro pontos atrás do Chelsea. O Valencia indicou o treinador do time reserva Oscar Fernández como técnico interino.  Sánchez Flores, ex-jogador de Real Madrid e Valencia, assumiu o controle do Valencia no início da temporada 2005-06, após uma passagem de sucesso pelo modesto Getafe. Ele levou a equipe ao terceiro lugar no Campeonato Espanhol em sua primeira temporada no clube e ficou em quarto na temporada passada, apesar de uma série de lesões de jogadores importantes. O Valencia foi o time espanhol de melhor campanha na edição passada da Liga dos Campeões, tendo alcançando as quartas-de-final, quando perdeu para o Chelsea.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato EspanholValencia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.