Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Após derrota, zagueiro diz que 'gol no início do 2º tempo prejudicou Atlético-MG'

Capitão Leonardo Silva analisa que tropeço na segunda etapa atrapalhou estratégia da equipe

Redação, Estadão Conteúdo

25 de maio de 2019 | 21h46

O Atlético-MG perdeu a chance de encostar no líder Palmeiras. Isso por que neste sábado, a equipe mineira visitou e acabou sendo derrotada pelo Grêmio pelo placar de 1 a 0, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O gol do time adversário foi marcado logo no primeiro minuto do segundo tempo, o que, de acordo com o zagueiro Leonardo Silva, prejudicou a estratégia dos mineiros.

"Melhoramos no segundo tempo. O fator negativo foi o gol muito no início, que desarmou a nossa estratégia. Tivemos um pouco mais do controle do jogo. Tivemos chances, mas o resultado mais justo seria o empate", disse o defensor em entrevista logo após a partida.

De qualquer forma, apesar da derrota, o Atlético-MG segue na parte de cima da tabela de classificação, em segundo lugar, com 12 pontos - quatro a menos que o Palmeiras, que venceu o Botafogo neste sábado, também por 1 a 0. Já o Grêmio venceu a primeira no Brasileirão e por isso saiu da zona de rebaixamento. Agora está na 16.ª posição, com cinco pontos.

O Atlético-MG volta a campo pelo Brasileirão no próximo dia 2, um domingo, às 19 horas, quando recebe o CSA, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Antes disso, o time mineiro joga pela Copa Sul-Americana, nesta terça-feira, contra o Unión La Calera, do Chile. No jogo de ida, os brasileiros foram derrotados por 1 a 0 e agora precisarão vencer por dois ou mais gols de diferença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.