Após derrotas, muro da sede do Fluminense é pichado por torcedores

Principal alvo das ofensas da torcida é o atacante Fred, que perdeu pênalti no clássico com o Botafogo pelo Brasileirão

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

18 de agosto de 2014 | 11h00

Após a sequência de resultados negativos – a desastrosa eliminação precoce na Copa do Brasil e a derrota para o Botafogo, domingo, por 2 a 0 –, o muro da sede do Fluminense, nas Laranjeiras, foi pichado na madrugada desta segunda-feira. Dentre as inscrições, em protesto contra o mau desempenho do clube, "Fora Fred!", direcionado ao atacante que perdeu pênalti no clássico, foi o que mais chamou a atenção.

No ano passado, na campanha que quase levou o Fluminense à segunda divisão do Campeonato Brasileiro, por algumas vezes o muro das Laranjeiras também serviu de local de protesto do torcedor, insatisfeito com o rendimento do time e de alguns jogadores. O Tricolor não voltará ao Rio antes do jogo contra a Chapecoense, quarta-feira, às 22h, em Chapecó (SC), pelo Nacional. 

Após o clássico, que foi disputado no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, a delegação do Fluminense viaja na manhã desta segunda para a cidade paranaense, onde treina amanhã. Portanto, o elenco não passa pelo Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.