Arquivo/AE
Arquivo/AE

Após desabafo, Fred convoca torcida do Flu para duelo

'A situação está cada vez mais difícil, mas não vamos deixar de acreditar', discursa o atacante

AE, Agência Estado

26 de outubro de 2009 | 10h02

Depois de ajudar o Fluminense a empatar por 2 a 2 com o Goiás, no último domingo, no Serra Dourada, em Goiânia, o atacante Fred, do Fluminense, fez um desabafo, pedindo mais confiança aos companheiros de equipe, que tentam tirar o time carioca da lanterna do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabelaClassificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O jogador admitiu que o time sentiu a ausência do meia Conca, mas acredita que a equipe abusou do direito de jogar de maneira defensiva e medrosa. "Sentimos falta do Conca, nosso armador, um cara que briga o jogo todo no meio-de-campo e ainda distribui as jogadas. Não podemos entrar em campo esperando não levar gols. Temos que buscar fazer os nossos desde o início. Não adianta irmos para o vestiário tendo que levar uma bronca do Cuca (no intervalo) e tendo que chamarmos a atenção um dos outros", afirmou Fred.

Fred também exaltou a necessidade de os jogadores do Fluminense apostarem no seu potencial. "Não fomos bem no primeiro tempo e melhoramos muito no segundo. A gente merecia a vitória, mas para isso temos que acreditar que podemos vencer. A nossa equipe está muito travada, temos que nos impor, procurar sempre os gols. Apesar da situação difícil, lutamos até o fim e poderíamos ter saído vitoriosos", lamentou.

E, mesmo com situação complicada e o futebol ruim que o time carioca vem apresentando, Fred convocou a torcida do Fluminense para a partida da próxima quinta-feira, contra o vice-líder Atlético-MG, no Maracanã. "A situação está cada vez mais difícil, mas não vamos deixar de acreditar. Se acreditarmos jogaremos de igual para igual com qualquer equipe. Vamos procurar chamar a torcida. Independentemente da situação, temos tudo para crescer, ainda mais jogando em casa, com eles ao nosso lado. Teremos agora uma equipe que briga pelo título, mas se acreditarmos que podemos vencer temos tudo para conseguir os três pontos", concluiu o jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.