Lucas Merçon / Fluminense
Lucas Merçon / Fluminense

Após desencantar, Fluminense vai atrás do 1º triunfo fora de casa contra o Bragantino

Clube carioca acabou com a invencibilidade do Inter na rodada passada e espera manter o ritmo contra o time de Bragança Paulista

Redação, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2020 | 08h48

Depois de derrubar a invencibilidade do Internacional e conseguir a primeira vitória no Campeonato Brasileiro, o Fluminense concentra seus esforços para conquistar o primeiro triunfo fora de casa na competição. O adversário desta quarta-feira, às 19h15, é o Red Bull Bragantino, em duelo válido pela quarta rodada. A partida será disputada no Nabi Abi Chedid e a equipe paulista tenta se reerguer após a derrota para o Bahia na rodada passada.

O Fluminense iniciou sua trajetória no Brasileirão com derrota para o Grêmio. Depois, empatou com o Palmeiras e, no último jogo, obteve o primeiro triunfo ao superar o Internacional no Maracanã de virada. Com isso, soma quatro pontos e aparece no nono lugar.

Na beira do campo, o Fluminense terá o "reforço" de Odair Hellmann. O treinador testou negativo para covid-19 e está liberado para comandar o time, o que ele não pôde fazer no último domingo, diante do Internacional, pois estava com suspeita de ter contraído o vírus. Na ocasião e nos treinos nesta semana, o auxiliar Maurício Dulac esteve à frente da equipe.

Odair ainda não poderá contar com o volante Hudson, que se recuperou de entorse no tornozelo esquerdo, já vem treinando com bola, mas ainda não foi liberado pelo departamento médico. Fred trata lesão na coxa direita e também segue fora.

Com isso, tudo indica que o time entre em campo com a mesma escalação que venceu o Inter, com a manutenção de Luccas Claro na zaga ao lado de Nino, Yuri de primeiro volante e Marcos Paulo como parceiro de Evanilson no ataque. Sem Hudson, o uruguaio Michel Araújo ganhou espaço no meio de campo e tem aproveitado a chance. Deve ser titular mais uma vez.

No banco, uma das opções será o garoto Luiz Henrique, cria das categorias de base e promovido ao time principal recentemente. Como agradou nas chances que recebeu e tem ganhado elogios, o jovem atacante foi mais uma vez relacionado. Ele chama a atenção por aliar força, velocidade e habilidade.

Fator casa pode fazer a diferença para o Bragantino

Mesmo que seja sem a presença da torcida, o Red Bull Bragantino aposta no fator casa para conquistar a primeira vitória no seu retorno ao Campeonato Brasileiro depois de 21 anos. Serão dois jogos seguidos no estádio Nabi Abi Chedid. A primeira oportunidade é contra o Fluminense e no domingo irá enfrentar o Coritiba.

"Fizemos boas partidas, mas deixamos escapar a vitória por alguns erros bobos e a Série A não perdoa. Teremos agora a nosso favor o fato de fazer dois jogos em casa, onde somos fortes e estamos acostumados a jogar", apontou o zagueiro Léo Ortiz, que vai completar 50 jogos pelo clube.

Apesar de o Bragantino ter perdido na última rodada para o Bahia, por 2 a 1, o técnico Felipe Conceição pretende manter a base do time. A única mudança será no meio-campo, porque o volante Ricardo Ryller recebeu o terceiro cartão amarelo. Barreto e Weverson são as opções.

Ainda sem nenhuma vitória desde que retornou à elite, o Bragantino tem dois pontos, sendo o 15.º colocado, próximo à zona de rebaixamento do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.