Arquivo/AE
Arquivo/AE

Após despistar, Inter confirma Leonardo como técnico

Novo técnico já comandou o arquirrival Milan na Itália

AE, Agência Estado

24 de dezembro de 2010 | 16h44

Após o presidente da Inter de Milão, Massimo Moratti, fazer jogo de cena com os jornalistas italianos nesta sexta-feira, dizendo que o novo técnico do time só seria anunciado depois do Natal, o clube confirmou que o brasileiro Leonardo assumiu o comando do time, no lugar do demitido Rafael Benítez.

 

Identificado com o Milan, clube pelo qual ele trabalhou por 12 anos - quatro como jogador, sete como dirigente e um como técnico -, Leonardo assinou contrato com o arquirrival de Milão para dirigir a equipe até junho de 2012.

 

Em comunicado oficial divulgado nesta sexta-feira pela Inter, o clube confirmou que o técnico já iniciará sua trajetória em seu novo emprego na próxima quarta-feira, quando os jogadores se reapresentarão para os treinamentos depois da folga de Natal. E o atual campeão europeu e mundial prometeu anunciar nos próximos dias a data da apresentação oficial do treinador.

Ao festejar a contratação de Leonardo, a Inter desejo a "mais sincera sorte" ao novo comandante e disse acreditar que o técnico fará a diferença com "sua experiência de campeão".

 

Horas antes de o clube oficializar o treinador, Moratti disse que o substituto de Benítez só seria anunciado "depois do dia 27", enquanto o próprio Leonardo despistou ao ser questionado por jornalistas italianos se já havia acertado sua ida para a Inter.

 

Segundo o jornal italiano Gazzetta dello Sport, que interpretou a contratação de Leonardo como "uma vingança" da Inter em relação ao Milan, o treinador receberá um salário anual de 2,5 milhões de euros. Os valores do contrato não foram divulgados pelo clube nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.