Após discussão, Pellegrini barra Guti no Real Madrid

O treinador Manuel Pellegrini não relacionou o meio-campista Guti para o confronto do Real Madrid com o Getafe, no sábado, pelo Campeonato Espanhol. A atitude é encarada como uma represália do chileno ao jogador. Na terça-feira, os dois se desentenderam durante a derrota do time madrilenho para o Alcorcón, pela Copa do Rei.

AE-AP, Agencia Estado

30 de outubro de 2009 | 11h21

No intervalo daquele jogo, Guti questionou o treinador sobre a forma como a equipe estava atuando, e houve um bate-boca entre ambos. O jogador não voltou para o segundo tempo, que acabou com os galácticos sendo derrotados por 4 a 0 pelo inexpressivo adversário, que disputa a terceira divisão do país.

Após a discussão, Pellegrini afirmou que a relação com Guti era boa, e que não tinha problemas com o jogador. O meio-campista adotou discurso semelhante, dizendo que está "bem conectado" com a filosofia do treinador.

Pellegrini tem sido duramente criticado pela imprensa espanhola e pelos torcedores do Real Madrid. Caso não consiga bons resultados diante do Getafe e contra o Milan, na terça-feira, pela Liga dos Campeões, ele corre risco de ser demitido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.