Renata Lutfi/Divulgação
Renata Lutfi/Divulgação

Após folgas, São Paulo volta aos treinos com três baixas

Bruno, Carlinhos e Wesley são dúvidas para enfrentar o Sport

CIRO CAMPOS, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2015 | 11h33

Depois de dois dias de folga, o São Paulo voltou aos treinos nesta quarta-feira, no CT da Barra Funda, com três baixas. O laterais Bruno e Carlinhos, além do volante Wesley não participaram da atividade coletiva comandada pelo técnico Juan Carlos Osorio e continuam como dúvida para enfrentar o Sport, no próximo domingo, na Arena Pernambuco, pelo Campeonato Brasileiro.

Bruno tem um entorse no tornozelo esquerdo sofrido na derrota para o Atlético-PR, em Curitiba, e até tentou voltar aos treinos, mas sentiu a lesão e tem sido substituído pelo volante Thiago Mendes, improvisado na função. Já o lateral-esquerdo Carlinhos tem um estiramento na coxa direita e contra o Coritiba, no último domingo, no Morumbi, teve a vaga ocupada por Michel Bastos. O volante Wesley levou uma pancada nas costas semana passada e continua com dores.

O elenco se reapresentou para treinar em dois períodos nesta quarta-feira e pela manhã o coletivo foi bem intenso. Osorio cobrou bastante do jogadores, principalmente a qualidade na transição e manutenção na posse de bola. Por várias vezes o colombiano orientou os atletas e interrompeu o treino para consertar alguma jogada. A atividade durou cerca de uma hora.

Os jogadores foram divididos em dois times. Um deles foi escalado com: Léo; Thiago Mendes, Rafael Toloi, Lucão e Reinaldo; Hudson, João Schmidt e Centurión; Jonathan Cafu, Alexandre Pato e Luis Fabiano. O outro teve: Renan Ribeiro; Auro, Lyanco, Edson Silva e Matheus Reis; Rodrigo Caio, Boschilia e Ganso; Michel Bastos, Ewandro e João Paulo. O zagueiro Breno fez trabalho físicos separados e não integrou o coletivo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.