Após dois empates, Internacional recebe o Paraná de olho no G4 da Série B

Colorado está fora do G4 da competição; Guto Ferreira pede mais 'competitividade' aos jogadores

Estadão Conteúdo

20 de junho de 2017 | 07h34

O Internacional não faz a campanha que se espera de um time grande na Série B do Campeonato Brasileiro. Com dois empates seguidos e fora do G4, os comandados do técnico Guto Ferreira têm outra boa chance de entrar na zona que garante o acesso à elite do futebol nacional. Nesta terça-feira, jogam no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, contra o Paraná, às 21h30, pela nona rodada.

Nas últimas duas rodadas, o Internacional empatou com América-MG, por 1 a 1, e Santa Cruz, sem gols, ambos fora de casa. Os dois pontos conquistados mantiveram o time no quinto lugar com 13, mesma pontuação do time tricolor pernambucano, atual quarto colocado. O Paraná, que vem de vitórias sobre Náutico, por 2 a 1, e Figueirense, por 1 a 0, soma 12 pontos e aparece no sétimo lugar, também brigando para terminar a rodada entre os primeiros colocados.

O técnico Guto Ferreira conta com a volta de dois jogadores importantes: o meia argentino D'Alessandro e o volante Fabinho, que cumpriram suspensão automática contra o Santa Cruz. A tendência é que o camisa 10 entre no lugar de Uendel, enquanto que Fabinho deve ir para o banco de reservas.

O treinador pediu para o time ser mais competitivo. Na visão de Guto Ferreira, o Internacional precisa incorporar o espírito de Série B para brigar mais e conquistar resultados positivos. "Preciso de jogadores competitivos. Até a saída do Nico (López), era um jogador muito leve. O Brenner jogou contra o Figueirense e faltou competitividade. Ele trabalha para mostrar isso. O (Marcelo) Cirino compete bastante, briga. Na Série B é preciso competir", destacou.

O Paraná, que só venceu o Náutico como visitante - do mais, são dois empates e uma derrota - quer mais três pontos para entrar de vez na briga pelos primeiros lugares. Só que para definir o time que vai a campo, o técnico Cristian de Souza tem problemas.

Ele não poderá contar com o atacante Guilherme Biteco, que rompeu o tendão de Aquiles, e deve optar pela entrada de Renatinho. Já o volante Gabriel Dias e o atacante Robson são dúvidas por conta de desgaste físico e podem dar lugar a Jhony e Nathan, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.