Mailson Santana/Fluminense
Mailson Santana/Fluminense

Após dois meses fora por lesão, Reginaldo projeta volta ao Flu contra o Grêmio

Equipe carioca precisa vencer fora de casa para se aproximar do G-6

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2017 | 19h38

O zagueiro Reginaldo, do Fluminense, livre de uma lesão na coxa direita, vive a expectativa de retornar à equipe tricolor após cerca de dois meses e meio afastado devido ao tratamento e trabalho de recuperação física, na partida deste domingo, às 16 horas, em Porto Alegre, contra o Grêmio, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele poderá ocupar a vaga de Nogueira (suspenso).

+ Diretoria apoia Abel e nega interferência de tragédia em desempenho do Flu

O defensor fez trabalhos específicos após o treinamento deste sábado, no CT Pedro Antônio, no Rio de Janeiro, que encerrou a preparação do time para o duelo contra os gaúchos. Reginaldo comemorou a possibilidade de estar entre os titulares e destacou a atenção para buscar a vitória na casa do adversário. Neste ano, o Fluminense jogou três vezes contra o Grêmio e foi derrotado em todas - duas vezes pela Copa do Brasil e uma pelo Brasileirão.

"Essa partida será muito importante. Jogos desse nível são sempre bons de jogar, ressaltam a grandeza dos clubes e a qualidade dos jogadores. Sabemos que vamos enfrentar uma equipe qualificada e temos que respeitar isso, mas também sabemos que temos que atuar com confiança para sair de lá com três pontos. Concentração é a palavra-chave para fazermos um bom jogo", destacou Reginaldo durante entrevista publicada neste sábado no site do clube carioca.

A delegação do Fluminense viajou para Porto Alegre neste sábado. O clube tem 31 pontos e está em posição intermediária na tabela do Brasileiro. A vitória sobre o time tricolor gaúcho é fundamental para que o Fluminense se aproxime do pelotão que busca uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.