Juan Mabromata / EFE
Juan Mabromata / EFE

Após duas assistências, Fred comemora classificação do Fluminense: 'Na história'

Equipe de Roger Machado fez ótima partida em vitória sobre o River Plate na Argentina

Redação, Estadão Conteúdo

25 de maio de 2021 | 23h16

Sempre presente nas vitórias do Fluminense com gols, o atacante Fred viveu uma noite diferente nesta terça-feira, afinal foi dos pés dele que saíram duas assistências para gols da equipe carioca em cima do River Plate-ARG, em pleno Estádio Monumental de Nuñez na vitória por 3 a 1. Garçom do duelo, ele comemorou a vitória em solo adversário e também a classificação como primeiro colocado do Grupo D da Libertadores.

"A gente sabia da dificuldade que era jogar aqui contra o River, necessitava da vitória porque a classificação estava em aberto. Precisava ganhar para garantir. Creio que classificaram as duas equipes que mereciam, o River por tudo que eles fizeram, a superação. A gente viu o último jogo do River com o Enzo no gol, eles marcaram história com essa superação. Então a gente torceu para que passasse o Fluminense em primeiro, mas estou muito feliz por nós e por eles também", disse o camisa 9, que ainda completou falando das assistências.

"O que a gente procura fazer quando entra em campo, lógico que tem a função de fazer gols, mas tento ajudar com passe, movimentações. Hoje foi um jogo de muita intensidade, a gente deu tudo desde início do jogo. Uma vitória muito grande da nossa equipe e merecida. A gente veio para vencer a partida porque era o único resultado para a gente não depender dos outros. Estamos muito felizes por isso."

Classificado, o Fluminense aguarda o decorrer desta sexta e última rodada da primeira fase da Libertadores para conhecer seu adversário nas oitavas de final. Antes disso, o foco será o Brasileirão, no qual a equipe estreia no próximo sábado contra o São Paulo, fora de casa, no Estádio do Morumbi, às 21h.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.