Luciano Claudino/ Estadão
Luciano Claudino/ Estadão

Após duas derrotas, Dorival vê empate com Ituano como 'passo positivo'

Treinador lembra que equipe está jogando sem jogadores fundamentais como Ricardo Oliveira, Renato e Lucas Lima

Estadao Conteudo

22 Fevereiro 2017 | 08h46

Atual bicampeão paulista, o Santos vem sofrendo na atual edição do Estadual. Na noite de terça-feira, alcançou seu terceiro jogo sem vitória ao empatar em 0 a 0 com o Ituano, em Itu, na abertura da quinta rodada. O consolo é que, depois de derrotas em casa para São Paulo e Ferroviária, pelo menos desta vez o time somou um ponto. E fora de casa.

"Estamos apenas no início de temporada, foi apenas a quinta partida. É uma questão de tempo. Eu acredito que já foi um passo esse resultado, em razão principalmente dos últimos dois jogos. Mas é muito pouco e temos condições de melhorar muito mais", admitiu o técnico Dorival Júnior.

Ele ainda ponderou que o Santos tem jogado bastante desfalcado. Está sem David Braz, Gustavo Henrique e Ricardo Oliveira, todos titulares. Além disso, enfrentou o Ituano sem Renato e Lucas Lima.

"Estamos com muitos jogadores fora. É normal, são pilares da nossa equipe e temos de saber conviver com essa situação. Independentemente dos últimos resultados, não vencemos, mas fizemos dois bons jogos", avalia o treinador.

Para Dorival, o Santos pecou no ataque. "O que ficou faltando na realidade foi o ultimo passe. Tivemos uma produção ofensiva condizente com o que o time sempre faz. Mas na hora de colocar alguém para definir, aí sim nós falhamos. Tivemos mais coisas positivas do que negativas na noite de hoje (terça)", completou.

Com sete pontos, o Santos é o segundo colocado do Grupo D, atrás do Mirassol, que soma 10. Mas a Ponte Preta, que também tem sete, e o Audax, com quatro, ainda jogam na rodada. Nesta quarta, enfrentam Linense e Botafogo, respectivamente, ambos fora de casa.

Na próxima rodada, sábado, o Santos enfrenta o Botafogo de Ribeirão Preto. A partida será na Vila Belmiro, às 17h. Dorival não sabe se poderá contar com Léo Cittadini, que sofreu pancada no joelho contra o Ituano e saiu de campo chorando.

Mais conteúdo sobre:
Santos FC futebol Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.