Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Após eliminação, Cuca exalta atuação do Santos em Minas e critica a arbitragem

Time da Baixada Santista venceu o Cruzeiro por 2 a 1 no tempo normal, mas caiu nos pênaltis

Estadão Conteúdo

16 Agosto 2018 | 09h34

O Santos foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, mas o técnico Cuca exaltou a atuação de sua equipe, que venceu o Cruzeiro de virada no tempo normal por 2 a 1 - a derrota veio na disputa por pênaltis por 3 a 0. O que ele não gostou foi da atuação da arbitragem do paranaense Rodolpho Toski, que terminou o jogo quando o time paulista armava um contra-ataque.

"Acho que foi um grande jogo, digno de duas equipes grandes, com muita tradição, camisa, acostumadas a ganhar competições assim. Temos que enaltecer o espírito, a postura, estratégia. É difícil jogar aqui (Mineirão), campo cheio, sairmos atrás, ter equilíbrio para tocar e desenhar jogadas. Buscamos empate, com paciência de definir e virar o jogo, viramos. Não quero culpar a arbitragem, acho que Rodolpho fez grande arbitragem, mas deu 49, um minuto a mais na falta para o Cruzeiro e não fechou o 50", disse.

Cuca afirmou que a reclamação dos jogadores santistas contra o árbitro ao final do tempo normal atrapalhou muito a concentração de todos para a disputa por pênaltis. "A Fifa pede tanto para deixar jogo aberto, colocar o VAR (árbitro de vídeo) para sair mais gols e jogo acabar assim? Não foi prejuízo só do lance, mas emocional. Eu sabia que ia perder. Cruzeiro foi se preparar e meu time inteiro em cima da arbitragem. Entrei para tirá-los e não estávamos com cabeça boa. Perdi assim no Maracanã, Flamengo e Botafogo com Dodô expulso e derrota nos pênaltis. Desestabilizou. Cuca não está culpando, um se preparou e outro foi reclamar. Normal", disse o técnico em entrevista coletiva.

De volta ao Campeonato Brasileiro, onde o Santos está na zona de rebaixamento, o time encara o Sport, neste sábado, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela 19.ª rodada. Cuca pede compreensão aos torcedores. "Estou muito orgulhoso dos meninos pelo que fizeram. Temos elenco reduzido, queria muito passar, mas podemos cuidar das outras duas frentes. Viemos aqui e vencemos, são os meninos deles que precisam da ajuda no sábado contra o Sport descansado. Precisamos de apoio e compreensão", completou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.