Dado Cavalcanti/Divulgação
Dado Cavalcanti/Divulgação

Após eliminação, Dado Cavalcanti é demitido no Coritiba

Treinador não resistiu à queda diante do Maringá, após o empate por 1 a 1

AE, Agência Estado

31 de março de 2014 | 20h49

CURITIBA - A eliminação nas semifinais do Campeonato Paranaense foi o fim da linha na passagem de Dado Cavalcanti pelo Coritiba. Contratado no início do ano, após se desligar do rival Paraná, o treinador não resistiu à queda diante do Maringá, após o empate por 1 a 1 do último domingo, e acabou demitido nesta segunda-feira.

Sem Dado Cavalcanti, o Coritiba voltará a colocar o ex-meia Tcheco no comando da equipe, como aconteceu na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando ele assumiu a vaga de Péricles Chamusca. Desta vez, o ex-jogador terá a companhia de Edison Borges, que vinha atuando como auxiliar.

Além de Dado Cavalcanti, o Coritiba anunciou o desligamento do preparador físico Fred Pozzebon e do auxiliar técnico Wilton Bezerra. Nesta terça-feira, o elenco da equipe se reapresentará para iniciar a preparação para o duelo diante do Cene, dia 16 de abril, no Couto Pereira, pela Copa do Brasil. Na partida de ida, as equipes empataram em 2 a 2.

Antes de comandar o Paraná na Série B do Campeonato Brasileiro de 2013, Dado Cavalcanti havia se destacado pelo Mogi Mirim, que chegou à semifinal do Paulista também no ano passado. Sem ele, o Coritiba corre para acertar com um novo técnico e Vágner Mancini, que comandou o rival Atlético-PR no Brasileirão, seria o mais cotado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCoritibaDado Cavalcanti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.