Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Após eliminação, Dedé diz que Cruzeiro 'não pode sair de cabeça baixa'

Equipe mineira perde para o River Plate nos pênaltis após novo empate sem gols

Redação, Estadão Conteúdo

30 de julho de 2019 | 22h57

Após empatar os dois jogos sem gols diante do River Plate, o Cruzeiro foi eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores. Nesta terça-feira, o time brasileiro perdeu nos pênaltis por 4 a 2, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O zagueiro Dedé não escondeu a sua emoção após o apito final, ainda no gramado. Ele, porém, afirmou que o sentimento é de gratidão e não de tristeza.

"Estou emocionado é por gratidão por ter oportunidade de jogar esta competição. Perdemos nos pênaltis em um jogo muito bom. Nossa equipe suportou bem e tivemos chances claras, mas infelizmente não fizemos o gol. Mérito aos batedores e ao goleiro do River Plate, mas nosso time não pode sair de cabeça baixa, pois temos mais duas competições para disputar", disse, se referindo ao Campeonato Brasileiro e à Copa do Brasil.

Dedé ainda reconheceu o mau momento do Cruzeiro, mas garantiu que o elenco irá melhorar e demonstrou confiança na disputa da Copa do Brasil, competição em que o time está na semifinal. "Se saíssemos classificados, o discurso seria diferente. Vamos trabalhar sempre para melhorar, sabemos que não estamos bem no Brasileiro, mas estamos bem na Copa do Brasil. Agora é enfrentar o que vier porque temos grandes chances de levantar o caneco mais uma vez na Copa do Brasil e ir longe no Brasileiro", analisou.

O capitão Henrique, que perdeu a primeira cobrança de pênalti, adotou um tom parecido. Apesar de lamentar a eliminação, ele frisou que o Cruzeiro ainda tem o restante da temporada para dar a volta por cima. "Sabíamos que seria difícil, pois foi uma oitavas de final contra o atual campeão. Jogamos para vencer e não conseguimos. Infelizmente mais um sonho que fica para trás. Nós lamentamos muito, mas temos muita coisa pela frente e esse grupo vai buscar algo maior ainda", garantiu.

Agora, o Cruzeiro volta a sua atenção para o Brasileirão, no qual não vence há nove jogos. Neste domingo, às 19 horas, faz o clássico diante do Atlético-MG no estádio Independência. Logo depois, na quarta-feira, às 21h30, recebe o Internacional no Mineirão, pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.