Jarbas Oliveira/EFE
Jarbas Oliveira/EFE

Após eliminação, Rogério Ceni diz que foco do Fortaleza é se manter na Série A

Equipe do Nordeste cai na Sul-Americana diante do Independiente, da Argentina

Redação, Estadão Conteúdo

28 de fevereiro de 2020 | 12h26

Com um gol sofrido nos minutos finais, o Fortaleza foi eliminado na quinta-feira pelo Independiente, da Argentina, na primeira fase da Copa Sul-Americana. A vitória por 2 a 1 na Arena Castelão, em Fortaleza, não foi suficiente, já que havia perdido por 1 a 0 fora de casa. A queda em sua primeira participação em torneios internacionais frustrou os planos do clube para a temporada, mas o técnico Rogério Ceni fez questão de ressaltar que o objetivo maior é se manter na Série A do Campeonato Brasileiro.

"O Fortaleza tem um caminho, que é se manter na Série A do Campeonato Brasileiro, para que possa, se não tiver um investimento externo, tentar construir o seu CT e ter um faturamento maior do que teve no último ano", afirmou Rogério Ceni. A tabela do Brasileirão foi divulgada na quinta-feira pela CBF e o rival da estreia do Fortaleza, em maio, será o Athletico-PR, no Ceará. Até lá, o clube seguirá na disputa do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste - em ambos está defendendo o título. E ainda tem a Copa do Brasil, já a partir das oitavas de final, em dois meses.

Para a sequência da temporada, Ceni pede jogadores de velocidade para reforçar as características de jogo do Fortaleza, mas diz entender a situação financeira do clube nesse momento. "Algumas posições são mais raras. Um time com uma rotação, que joga em velocidade, precisa de mais opções. Tudo isso é baseado na condição financeira. Não é má vontade do clube. A diretoria está fazendo o que pode", comentou.

Sobre o jogo, o técnico definiu a eliminação nos minutos finais como "coisas do futebol". "Infelizmente temos de conviver com essas situações. Jogamos muito superior a eles nos dois jogos, não tem nem comparação. Foi um presente para eles tudo o que aconteceu, tanto na Argentina quanto aaqui. O Independiente foi dominado por inteiro pelo Fortaleza, mas não conseguimos fazer o terceiro gol", lastimou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.