Ricardo Mazalan/AP
Ricardo Mazalan/AP

Após eliminação, técnico do Japão destaca aprendizado da sua jovem equipe

Japoneses participaram da Copa América para se prepararem para os Jogos de Tóquio, em 2020

Redação, Estadão Conteúdo

24 de junho de 2019 | 23h36

O técnico do Japão, Hajime Moriyasu, destacou a aprendizagem que seus jogadores tiveram na Copa América. O treinador estava satisfeito, apesar da eliminação, após o empate, por 1 a 1, diante do Equador, nesta segunda-feira à noite, no Mineirão, em Belo Horizonte.

"Estamos aprendendo a competir contra rivais do máximo nível", disse Moriyasu, em entrevista coletiva após o jogo. "Nossos jogadores têm que aprender o máximo que puderem, com muita humildade, respeitando seus rivais e entendendo que devem fazer progresso em nosso futebol."

Convidada da organização, a seleção japonesa trouxe ao Brasil uma equipe formada basicamente por jogadores com menos de 23 anos, que deverão formar a base do time que disputará a Olimpíada de Tóquio no próximo ano.

O Japão, no Grupo C, estreou com uma derrota por 4 a 0 diante do Chile e depois somou empates com Uruguai (2 a 2) e Equador. Foi o terceiro colocado da chave, sendo eliminado em função do saldo de gols.

"É uma pena não ter conseguido passar de fase, mas precisamos melhorar em alguns pontos", disse o treinador. "Acho que o futebol no Japão e em toda a Ásia tem melhorado. Temos feito boas partidas contra as equipes mais fortes do mundo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.