Vinnicius Silva/ Cruzeiro
Vinnicius Silva/ Cruzeiro

Após empatar com rebaixado Avaí, Cruzeiro vê 'obrigação' de vitória sobre Santos

Com 36 pontos, a equipe mineira ocupa a 16ª posição do Brasileirão, logo acima da zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2019 | 10h26

Após não conseguir passar de um decepcionante empate por 0 a 0 com o Avaí, na noite de segunda-feira, no Mineirão, onde o resultado selou o rebaixamento do clube catarinense para a Série B, o Cruzeiro passou a projetar a conquista de uma vitória sobre o Santos no duelo do próximo sábado, às 21 horas, na Vila Belmiro, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileirão, como uma "obrigação".

Com 36 pontos, a equipe mineira ocupa a 16ª posição da competição, logo acima da zona de descenso à segunda divisão nacional, encabeçada hoje pelo Fluminense, 17º colocado, com 35 pontos. Assim, o time celeste continua flertando com o risco de queda e sofrendo para assegurar a sua permanência na elite.

"Nós estamos pressionando bastante em nossos jogos, mas não temos sido felizes. Enquanto tiver possibilidade (de escapar do rebaixamento), eu vou acreditar. Tínhamos a ideia de nos três jogos (diante de Avaí, Santos e CSA) conquistarmos sete pontos. Agora, com esse empate, estamos obrigados a tentar conseguir uma vitória diante do Santos antes de pensar no CSA", afirmou o técnico Abel Braga, em entrevista coletiva concedida após o empate sem gols com o Avaí, já projetando também o confronto com o rival alagoano, no próximo dia 28, no Mineirão, pela 35ª rodada do Brasileirão.

"Ainda continuamos fora da zona de rebaixamento. Não dependemos de ninguém para nos mantermos fora deste grupo. E nós ainda não morremos. Não gostaríamos de estar nesta situação, mas o trabalho vai continuar. Os nossos jogadores sabem assumir a responsabilidade", reforçou o treinador, que vai iniciar na próxima tarde, em treino marcado para começar às 16 horas, a preparação do Cruzeiro para encarar o Santos.

Nesta reta final do Brasileirão, depois de enfrentar a equipe santista e o CSA, os cruzeirenses fecharão campanha em partidas diante do Vasco, em casa, Grêmio, em Porto Alegre, e Palmeiras, em Belo Horizonte. São três confrontos considerados bem complicados nas três rodadas finais, fato que também faz Abel e a sua equipe qualificarem a obtenção de triunfos nos dois próximos compromissos como objetivo fundamental.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.