Após empate, Argel garante que Inter está vivo e valoriza garra

O técnico Argel Fucks tentou minimizar o peso empate do Internacional por 1 a 1 com o Palmeiras, na noite de quarta-feira, no Beira-Rio, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Muito desfalcado, o time não teve forças para abrir vantagem na luta por uma vaga nas semifinais, mas não tirou o otimismo do treinador para duelo de volta.

Estadão Conteúdo

24 de setembro de 2015 | 09h37

"Nós jogamos por uma bola em São Paulo. Se der 1 a 1, vai para os pênaltis. Nossa equipe jogou com raça, com brio, com vontade", avaliou Argel, destacando que não faltou luta ao seu time no duelo com o Palmeiras.

O empate no Beira-Rio obriga o Inter a vencer o Palmeiras na próxima quarta-feira no Allianz Parque ou arrancar um empate por 2 a 2 para avançar às semifinais da Copa do Brasil. Na avaliação do zagueiro Ernando, será preciso bastante concentração para conquistar o resultado positivo em São Paulo.

"Estamos na briga. Uma vitória simples nos serve. Vamos manter a concentração", projetou Ernando, que atuou improvisado na lateral esquerda e cometeu o pênalti desperdiçado por Lucas Barrios quando o jogo estava empatado em 0 a 0.

Antes do segundo duelo com o Palmeiras, o Inter vai entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o time vai encarar o Santos, na Vila Belmiro, pela 28ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.