Itamar Aguiar/AFP
Itamar Aguiar/AFP

Após empate com River, Edenilson valoriza atuação do Inter: 'Fizemos um bom jogo'

Colorado abriu 2 a 0 sobre argentinos, mas não segurou vantagem no Beira-Rio

Redação, Estadão Conteúdo

03 de abril de 2019 | 21h54

Depois de abrir dois gols de vantagem no primeiro tempo, o Internacional caiu de rendimento e acabou tomando o empate do River Plate, por 2 a 2, na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela Copa Libertadores. Ao analisar o resultado do confronto, o volante Edenilson procurou valorizar a atuação da equipe colorada diante dos atuais campeões continentais.

"No segundo tempo eles mudaram a formação e ficaram com três zagueiros. Isso fez a gente baixar um pouco as linhas de marcação e aí acho que faltou um pouco de tranquilidade pra matar o jogo no contra-ataque, porque eles ficaram muito expostos agora no final", afirmou o jogador.

Apesar do empate que pode ser considerado amargado, tendo em vista as circunstâncias da partida, o time comandado por Odair Hellmann se manteve na liderança do Grupo A da Libertadores, com sete pontos. O River Plate, que marcou os seus gols com Lucas Pratto, de pênalti, e De La Cruz, em uma cobrança de falta, é o terceiro colocado da chave, com três pontos, atrás também do Palestino, do Chile, que na última terça-feira superou o Alianza Lima por 3 a 0 e foi ao quatro pontos na vice-liderança.

"Fizemos um bom jogo, infelizmente tomamos dois gols de bola parada. Mas no geral acho que a gente foi bem e agora é trabalhar para o próximo jogo. Sábado já tem decisão no Gaúcho", completou Edenilson, se referindo ao duelo com o Caxias, novamente no Beira-Rio, pelas semifinais do Estadual. No duelo de ida do mata-mata, fora de casa, o Inter venceu por 2 a 1.

"Eu acho que na Libertadores e no Campeonato Brasileiro a gente sempre mantém o pensamento de buscar pontuar fora de casa. Então é bom porque a gente buscou o empate lá no Peru (por 1 a 1 com o Alianza Lima, na estreia da Libertadores), então no geral acho que está bom sim", finalizou Edenilson, que depois ressaltou: "Lógico que a gente sempre quer ganhar, mas é bom (o fato de não ter perdido) porque a gente está pontuando e seguimos na briga. A gente ainda é líder do grupo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.