Após empate da seleção, Felipão admite: 'ainda não estamos prontos'

Técnico culpa a falta de treinos da equipe pela má atuação do Brasil diante do Chile, no Mineirão

Almir Leite, enviado especial, O Estado de S. Paulo

25 de abril de 2013 | 08h33

BELO HORIZONTE - O saldo do empate da

Depois do tropeço contra os chilenos, reconheceu que a equipe mereceu as vaias e que a sintonia com a torcida, que tanto pretende alcançar, ainda está longe. "Estamos devendo e entendo perfeitamente a reação da torcida", disse, ao comentar as vaias. A atuação contra o Chile foi tão ruim que deixou em segundo plano as dúvidas do treinador para fechar o grupo da Copa das Confederações. Rever e Dedé disputam a vaga na zaga e Leandro Damião e Alexandre Pato no ataque.

O atacante do Corinthians entrou no segundo tempo contra os chilenos, deu o passe para Neymar fazer o segundo gol brasileiro e acha que fez crescer suas chances de ser o escolhido. "Estou trabalhando, tenho aprendido muito no Corinthians e pronto para assumir responsabilidades se for o escolhido. Vou continuar trabalhando e buscar a convocação", disse Pato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.