Site Oficial/Guarani
Site Oficial/Guarani

Após empate em casa, Guarani anuncia demissão do técnico Maurício Barbieri

Clube está fora da zona de acesso para a série-A1

Estadao Conteudo

23 de março de 2017 | 12h34

Maurício Barbieri não é mais técnico do Guarani para a sequência da Série A2 do Campeonato Paulista. Ele não resistiu ao empate por 1 a 1 com o Velo Clube, na última quarta-feira, no Brinco de Ouro, e teve a sua demissão oficializada pelo clube na manhã desta quinta.

O treinador chegou a ser vaiado no gramado do estádio do clube após o empate, mas não se incomodou: "Presto pouca atenção no que a torcida diz", desabafou na entrevista coletiva. Em seis jogos no cargo somou apenas sete pontos, com uma vitória, quatro empates e uma derrota - 38,9% de aproveitamento.

As especulações em torno de sua demissão começaram logo após o apito final, mas a confirmação oficial veio apenas na manhã desta quinta. Os últimos dois resultados em casa (empates por 1 a 1 com Penapolense e agora contra o Velo Clube) foram decisivos para a sua saída.

O próximo compromisso da equipe será neste domingo, contra o Água Santa, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema, às 15 horas, pela 13ª rodada do Estadual.

Restando sete jogos para o fim da Série A2 do Paulista e ainda uma Série B do Campeonato Brasileiro inteira pela frente, a diretoria do Guarani busca um substituto para o cargo. Vadão, que sempre é lembrado pelos times de Campinas, é tido como uma boa opção para o presidente Horley Senna, enquanto Marcelo Chamusca, hoje no comando do Paysandu, é um pedido expresso da torcida - ele foi o responsável pelo acesso conquistado na Série C da última temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.