Ricardo Duarte / S.C. Internacional
Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Após empate em casa, Inter corre atrás do prejuízo contra o Vasco

Sem definir a equipe, Alberto Valentim pede Vasco confiante para se afastar da zona de rebaixamento

Estadão Conteúdo

26 Outubro 2018 | 06h34

Na briga com Palmeiras e Flamengo pelo título brasileiro, não estava nos planos do Internacional o empate na rodada passada diante do Santos, no Beira-Rio. Por isso, o time gaúcho vai correr atrás do prejuízo, nesta sexta-feira, em São Januário, onde tentará somar mais três pontos, diante do Vasco, pela 31ª rodada do Brasileirão.

"Faremos o que temos realizado fora de casa. Temos que estar muito concentrados. Precisamos ganhar este jogo para seguir no sonho do título. Temos conversado aqui no vestiário. É o jogo mais importante do ano para nós", projeta Rodrigo Dourado, capitão da equipe gaúcha.

Para voltar a vencer, o Inter admite preocupação com a boa fase vivida pelo atacante argentino Maxi López, maior referência do ataque vascaíno nestas últimas rodadas. "É um grande jogador, que protege bem bola e é inteligente. Tem feito bons jogos, mas nossa defesa é muito forte. Esperamos marcá-lo. Queremos a vitória, que é o nos interessa no Rio."

Com a necessidade de fazer gols, o ataque do Inter terá o desfalque do atacante Leandro Damião, que sentiu um problema muscular na coxa esquerda. Rossi foi testado na vaga durante o treino desta quinta-feira. Wellington Silva também atuou por alguns minutos na posição.

Na rodada 31 do Brasileiro, além de tentar uma vitória no Rio, o Internacional fica de olha para o confronto entre Flamengo e Palmeiras, sábado, no Maracanã. A equipe gaúcha soma 57 pontos, na terceira colocação, um ponto a menos que o time carioca. A liderança está com os paulistas, que somam 62 pontos.

O Inter deve entrar em campo com a seguinte formação: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e Rossi; D'Alessandro e Nico López. Técnico: Odair Hellmann.

VASCO QUER RETOMAR CONFIANÇA

O técnico Alberto Valentim quer o time do Vasco com uma postura totalmente diferente daquela apresentada na rodada passada durante a derrota para o Sport, no Recife. "Quero um time confiante. O Vasco não vai cair."

Valentim diz saber a forma como os jogadores devem se comportar para encarar com condições de derrotar uma das equipes que brigam pelo título nacional. "A equipe precisa agredir o Inter. Ser ofensiva. Ainda não defini o time, mas, independentemente da formação, iremos para o ataque."

O time carioca tenta manter uma regularidade conquistada recentemente, quebrada justamente contra o Sport. Antes desta derrota, o Vasco vencera o Cruzeiro, empatara com o Botafogo e o Paraná, e derrotara o Bahia.

Para reiniciar uma sequência sem derrotas, o técnico aposta em uma boa produção do time em São Januário, onde a equipe tem 72% de aproveitamento, com oito vitórias, dois empates e duas derrotas.

Além do goleiro uruguaio Martín Silva, Valentim poderá contar com o retorno de Luiz Gustavo e Andrey, que cumpriram suspensão contra Sport. Bruno Ritter e Desábato se recuperaram de lesões sofridas na última partida e foram relacionados. Mas o treinador não confirmou a escalação do time.

O Vasco é o 15º colocado com 34 pontos, apenas um a mais que o Vitória, primiero na zona de rebaixamento do Brasileiro.

Esta é a provável escalação do Vasco para enfrentar o Inter: Martín Silva; Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castán e Ramon; Desábato, Andrey (Bruno Ritter), William Maranhão, Andrés Rios (Pikachu) e Fabrício; Máxi López. Técnico: Alberto Valentim.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.