Após empate, Ricardinho deixa comando do Paraná

O técnico Ricardinho não resistiu ao empate do Paraná com o Barueri, por 1 a 1, na noite de sexta-feira, e deixou o comando do time paranaense. A equipe ocupa a 12ª posição da tabela da Série B.

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2012 | 11h34

Ricardinho anunciou sua saída na entrevista coletiva logo após a partida. Com um rápido comunicado, sem dar espaço a perguntas aos jornalistas presentes no local, o treinador disse que enfrentou muitas dificuldades no comando do time e atribuiu sua saída à falta de reforços para a sequência da competição.

Por conta do resultado do jogo de sexta e da demissão de Ricardinho, membros de uma torcida organizada invadiram a coletiva e discutiram com integrantes da diretoria, gerando um princípio de tumulto, rapidamente neutralizado pela polícia.

Ricardinho deixa o Paraná com aproveitamento de 57% em quase oito meses de trabalho. Foram 24 vitórias, 12 empates de 14 derrotas em 49 partidas disputadas na segunda divisão do Campeonato Paranaense e na Série B.

Sob o comando do treinador, o time faturou o título da segundona e garantiu o retorno à primeira divisão do Estadual. Na Série B, contudo, Ricardinho estava com dificuldade de alcançar o mesmo objetivo. Em 25 rodadas, o Paraná acumulou 8 vitórias, 8 empates e 9 derrotas, totalizando um aproveitamento de 42%.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BParanáRicardinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.