Após erro, Douglas diz buscar nova chance na seleção

O desembarque da seleção de Mano Menezes no Brasil, nesta quinta-feira, foi marcado pelas explicações. Protagonista do erro que gerou o gol da Argentina no amistoso, o meia Douglas se mostrou tranquilo diante das perguntas dos jornalistas e disse esperar por nova chance na equipe.

AE, Agência Estado

18 de novembro de 2010 | 21h02

"Claro que fiquei chateado pelo que aconteceu, ainda mais por ser a minha estreia, mas agora é bola para a frente e não posso deixar que isso me atrapalhe", afirmou o meia, que atribuiu o erro ao nervosismo de vestir a camisa da seleção pela primeira vez. "Eu estava calmo, mas é normal que culpem o nervosismo da estreia".

Mano Menezes também desembarcou em São Paulo, mas saiu rápido e não quis dar entrevista. Na pressa, acabou batendo a cabeça em uma porta de vidro que não se abriu. Outros jogadores também chegaram em São Paulo e evitaram a imprensa, como os goleiros Jefferson, Neto e Victor, o zagueiro Réver, e o volante Jucilei. Até o meia argentino D''Alessandro apareceu, mas calado. Neymar saiu sorridente, mas protegido por seguranças evitou até mesmo os fãs.

Muito cansado pela viagem de aproximadamente 17 horas, Elias chegou com um sorriso tímido, feliz pela atuação, mas triste com o resultado. "O jogo foi bem difícil, mas acredito que tenha ido bem. Gostei da minha atuação". Apesar do cansaço, ele já se escalou para enfrentar o Vitória no próximo domingo, em Salvador, em jogo decisivo para o Corinthians no Brasileirão. "Claro que jogo. Estou cansado, com o corpo dolorido, mas tenho dois dias para descansar. Esse jogo em Salvador é importante e não quero ficar fora de jeito nenhum".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasildesembarqueDouglas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.