Após erro no clássico, Ana Paula é rebaixada para Série A-2

O presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF), coronel Marcos Cabral Marinho, afirmou que a auxiliar Ana Paula Oliveira vai trabalhar em um jogo da segunda divisão do futebol paulista como repreensão ao erro cometido por ela no clássico entre Santos e São Paulo, no último domingo. Em entrevista ao Estadão, Ana Paula, de 28 anos - que anulou um gol legítimo da equipe do litoral, marcado pelo atacante Jonas, no segundo tempo do empate por 1 a 1, válido pelo Campeonato Paulista - explicou até por que ficou de olhos fechados enquanto Jonas gritava, protestando contra o impedimento inexistente."Fechei os olhos para me acalmar e ao mesmo tempo rememorar a jogada na minha mente. E fiquei com a minha convicção. Essa mesma convicção que me ajudou em tantas partidas. Mas desta vez eu errei", admitiu.Ana Paula passou a tarde de segunda dando entrevistas a emissoras de TV. Assumiu o erro e pediu desculpas ao Santos. Mas o gesto não sensibilizou Marinho, que afirmou que o erro foi falta de atenção da assistente e que se ela continuar a errar dessa forma, pode ficar da tão sonhada vaga para a Copa de 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.