Após estreia, Bruno César projeta evolução no Palmeiras

Meia acredita que consiga atuar mais do que 20 minutos na próxima partida

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2014 | 07h16

SÃO PAULO - Bruno César aprovou sua estreia pelo Palmeiras, durante a partida contra o Ituano, quarta-feira à noite, no Pacaembu. Ele entrou em campo na segunda etapa e ajudou o time a vencer por 1 a 0, gol de Alan Kardec no finalzinho. Contra o Botafogo, domingo, em Ribeirão Preto, o meia acredita que consiga atuar mais do que 20 minutos, como aconteceu diante do rival de Itu.

"Gostei da minha atuação. Estou melhorando fisicamente. Teremos um jogo-treino (nesta quinta-feira) e isso vai me dar mais carga para eu ficar melhor. Vou conversar com a comissão, mas acho que domingo dá para jogar 45 minutos. Isso depende do decorrer do jogo", avisou o jogador.

Bruno César admitiu que sentiu muita dificuldade no início diante do Ituano. "Faz três anos que eu sai do Brasil, então senti algumas dificuldades. A bola é mais rápida e a marcação está mais firme, mas isso faz parte e tenho que me adaptar rapidamente para ajudar o Palmeiras", explicou.

O técnico Gilson Kleina também gostou da estreia do jogador e fez questão de destacar sua inteligência com a bola nos pés. "O Bruno tem uma leitura de jogo impressionante, percebi nos primeiros treinamentos. A gente exigiu um pouco dele nessa preparação para ter mais intensidade. Quando você pega uma equipe leve e rápida, você tem dificuldade para armar e marcar. Às vezes, a gente quer colocar jogadores de qualidade e cadência, mas sofre com isso. Não vou deixar o Bruno César rápido como um velocista, mas posso deixar mais rápido dentro da característica dele. Com esse jogo em Ribeirão e mais o terceiro jogo, acredito que ele vá pegar mais confiança até para iniciar", analisou o comandante palmeirense.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasBruno César

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.