Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Após estreia com assistência e dribles, Rojas ganha moral no São Paulo

Reforço foi peça-chave do time na vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo e estará no clássico com o Corinthians

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2018 | 07h00

Nada pareceu intimidar o equatoriano Rojas, do São Paulo, em sua estreia no futebol brasileiro. Nem o Maracanã lotado de flamenguistas, nem o entrosamento ainda em construção com seus novos companheiros de time.

São Paulo não terá Jucilei em clássico e Jean deixa treino com dores

O jogador ousou, driblou, foi para cima da marcação e, com uma assistência para o gol de Everton, foi decisivo para a vitória por 1 a 0 sobre os cariocas, resultado que fez o clube tricolor colar na liderança do Brasileirão.

Se a confiança em Rojas já era alta - chegou respaldado pelo técnico Diego Aguirre, já com status de titular -, agora o jogador ganha ainda mais moral no novo clube. Contra o Corinthians, neste sábado, será novamente o elemento-surpresa do time tricolor para continuar avançando no torneio.

“Rojas é muito rápido, com qualidade muito apurada”, elogia o centroavante Diego Souza. “Participou de grandes jogadas junto com o Everton. Temos que aproveitar, porque ele tem o um contra um muito forte e isso vai nos ajudar muito."

Rojas deve ter protagonismo ainda maior no clássico, já que Everton está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Caso não altere o esquema tático do São Paulo, uma opção para Aguirre é utilizar Tréllez para compor o trio de ataque. O técnico demonstra confiança em seu reforço recém-chegado.

"Não é fácil vestir a camisa do São Paulo no Maracanã e jogar bem como jogou", analisa Aguirre. "Ele nos deixa com expectativa porque está só começando e pode seguramente dar muitas coisas para o time."

Rojas demonstra que quer mais. "“Meu desejo foi de ajudar da melhor maneira possível, e as coisas saíram bem. Que seja o início de uma trajetória feliz aqui", diz o jogador, que já pensa na importância de uma vitória no clássico. “Já temos que pensar no clássico. Já sei o quanto representa este jogo, é um confronto especial para a torcida e queremos mais um resultado positivo. Acredito que nossa equipe irá mais confiante para o clássico após a vitória sobre o Flamengo.”

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.