Após excursão, Inter de Milão enfrenta Siena pelo Italiano

A líder da Série A tem chance de manter a vantagem na visita que faz ao penúltimo colocado da competição

11 de janeiro de 2008 | 23h54

A Internazionale faturou dinheiro extra, no giro pelo Oriente Médio, voltou para casa com derrota para o Inter de Porto Alegre, em torneio caça-níquel em Dubai, e agora se concentra no que de fato lhe interessa: a conquista do tricampeonato italiano. A líder da Série A (43 pontos em 17 jogos) tem chance de manter a vantagem porque é favorita na visita que faz ao Siena, hoje, na penúltima rodada do turno. O rival é penúltimo colocado, com 14 pontos, e um dos ameaçados de rebaixamento. O técnico Roberto Mancini aposta em força máxima, para não ser surpreendido em Siena. Para tanto, deu a entender que apelará para um ataque ofensivo, com Jimenez, Ibrahimovic e Julio Cruz. O treinador sabe que uma combinação de resultados favoráveis pode fazer com que seu time fique ainda mais distante dos concorrentes - a Roma, vice-líder, tem 36 pontos e também neste domingo joga fora de casa, contra a Atalanta (22), em Bérgamo. A campanha até agora reforça o otimismo de Mancini. A Inter é a única equipe invicta, com 13 vitórias e 4 empates. O ataque marcou 37 gols e é o mais eficiente da elite do calcio. A defesa sofreu só 9, e é a menos vazada. Não há comparação com o Siena, que venceu dois jogos, empatou 8 e perdeu 7. Os atacantes marcaram 15 gols e a defesa levou 25. O abismo que separa a líder dos demais é grande, a partir da quarta colocação. A Udinese, que aparece depois do trio Inter-Roma-Juventus, tem 29 pontos e se contenta em brigar por vaga para a próxima Copa dos Campeões. A tarefa neste domingo é passar pelo lanterna Cagliari (10 pontos) na Sardenha. A Fiorentina, em quinto lugar com 28 pontos, é outra que sai, para pegar o Parma, com 18 pontos e poucas pretensões na competição. A rodada terá ainda: Lazio (18) x Genoa (19); Sampdoria (21) x Palermo (25); e Torino (17) x Livorno (15).

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato Italiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.