Santos FC/Divulgação
Santos FC/Divulgação

Após excursão no México, Santos volta ao Brasil e mira clássico contra Palmeiras

Rivais se enfrentam na quinta-feira, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

12 Julho 2018 | 22h50

O Santos desembarcou nesta quinta-feira no Brasil após a excursão pelo México e agora foca o trabalho para o clássico diante do Palmeiras na próxima quinta, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A passagem pelo exterior não foi das melhores para os santistas. Em dois jogos amistosos, não venceu e não fez gol. Derrota para o Monterrey, por 1 a 0, no último sábado, e empate por 0 a 0 contra o Querétaro, na última terça.

+ Bryan Ruiz chega ao Santos para dar velocidade ao meio-campo: 'Tenho experiência'

+ Jair Ventura defende que Santos mostrou evolução em segundo amistoso no México

"Queríamos vencer e fazer gols, mas o maior objetivo foi preparar o time para enfrentar o Palmeiras. Vejo a falta de gols, mas com controle de jogo", avaliou o técnico Jair Ventura, ao fazer balanço da equipe nas partidas fora do País.

Além de o desempenho ter ficado abaixo do esperado, Jair Ventura não trabalhou o time como gostaria, principalmente no setor ofensivo. O atacante Gabriel ficou no CT Rei Pelé, em Santos, em tratamento de dores no púbis. E Bruno Henrique, que tem aprimorado a forma física após três lesões, participou apenas do primeiro jogo. Depois foi dispensado para acompanhar o nascimento do filho no Brasil.

No clássico, o Santos terá os desfalques confirmados de Alison e Diego Pituca, suspensos. O treinador terá até quarta-feira para definir a equipe, que entrará em campo em busca da vitória para se recuperar no Brasileirão. O time alvinegro é o 15.º colocado, com 15 pontos - tem uma partida a menos, adiada da terceira rodada. O Palmeiras está na sexta posição, com 19.

Ainda nesta quinta-feira, a diretoria do Santos promoveu o meio-campista Wesley Pinheiro das categorias de base para o profissional. O garoto de 17 anos assinou o seu primeiro contrato no time de cima. O vínculo vai até junho de 2021.

"Sempre pensei nesse momento e é um sonho que estou realizando. Quero muito ajudar a minha família, onde todos são torcedores do Peixe. Vou fazer o máximo para dar títulos para a torcida santista", disse Wesley Pinheiro, natural de Dourados, no Mato Grosso do Sul, em declaração divulgada pelo site do Santos.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Santos Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.