Lucas Merçon / Fluminense FC
Lucas Merçon / Fluminense FC

Após expulsão no início e vitória, Abel elogia desempenho coletivo do Fluminense

Abel diz que São Paulo será adversário difícil no próximo jogo, mas que tricolor carioca não pode se colocar em posição inferior

Estadão Conteúdo

23 de abril de 2018 | 10h52

O técnico Abel Braga exaltou o desempenho coletivo do Fluminense na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, neste domingo, no Maracanã, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, em uma partida na qual a sua equipe atuou com um jogador a menos desde os 14 minutos do primeiro tempo, quando o lateral-direito Gilberto foi expulso por uma falta dura sobre o atacante Sassá.

+ Fluminense anuncia contratação do zagueiro Luan Peres por empréstimo

+ Fluminense confirma acerto com volante Dodi, do Criciúma

"A vitória é do grupo. Tivemos um jogo de duelo, de muita competição, contra um grande time muito bem dirigido. Cada um deu mais daquilo que podia para superar a inferioridade numérica. Foi uma vitória importante, fundamental. Tivemos uma expulsão com 15 minutos e isso dá uma certa preocupação. Então, o que fica disso é a leitura (da partida) que os jogadores tiveram, ocupando bem os espaços. O pessoal está de parabéns. Muito legal ver o torcedor feliz com a equipe", afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

No confronto, o árbitro paulista Flávio Rodrigues de Souza deu o cartão vermelho direto a Gilberto após o jogador acertar com o pé, de forma imprudente, a cabeça de Sassá em uma disputa pelo alto. A decisão do juiz revoltou os jogadores da equipe carioca, mas o time conseguiu abrir o placar aos 3 minutos do segundo tempo, com um gol do atacante Pedro, e depois segurou a pressão cruzeirense e a vantagem de 1 a 0 até o final.

"O time foi brilhante, a equipe foi madura. Jogamos contra uma grande equipe, com um ótimo treinador. Jogar contra o Cruzeiro com um a menos é complicado, então isso dá um significado importante para essa vitória. Quando se encontra esse tipo de resposta no campo, isso mostra que essa é uma equipe que não se acomoda, que quer chegar longe, quer conquistar objetivos", reforçou Abel.

E o comandante já começou a projetar o duelo que o seu time fará contra o São Paulo, no próximo domingo, no Morumbi, pela terceira rodada do Brasileirão, no qual anteriormente a equipe estreou com uma derrota por 2 a 1 para o Corinthians, na arena corintiana, e deu bastante trabalho ao atual campeão nacional.

"Nosso próximo adversário é o São Paulo, é difícil. Temos que ter muita consciência do valor do adversário, mas sem nos colocar numa posição inferior", cobrou Abel, que tenta fazer engrenar uma equipe jovem e sem nenhum grande medalhão no momento.

"Disse para eles (jogadores) antes do jogo que o trabalho traz a vitória. Nós sabemos o nosso limite, sabemos aquilo que temos de forte, que é o nosso coletivo. E hoje fica caracterizada essa equipe com alto nível de competitividade", analisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.