RONALD WITTEK /EFE
RONALD WITTEK /EFE

Após falha, De Gea ganha apoio de Hierro e de companheiros da seleção espanhola

Nas redes sociais, o goleiro do Manchester United minimizou o seu erro. 'Para aprender a triunfar, primeiro tens que aprender a falhar'

Estadão Conteúdo

16 Junho 2018 | 05h54

Um dos protagonistas do duelo entre Espanha e Portugal, na sexta-feira, o goleiro De Gea admitiu a falha grosseira no segundo gol português após o empate por 3 a 3, em Sochi, pelo Grupo B da Copa do Mundo. E recebeu o apoio dos companheiros de seleção e do técnico Fernando Hierro.

"Somos um time. Sabemos que os jogadores têm dias melhores que outros. Somos humanos e não duvidamos da capacidade dos nossos jogadores. Somos uma família", disse Hierro, após a partida. De Gea falhou ao tentar defender uma finalização rasteira de Cristiano Ronaldo, de fora da área. Ele bloqueou o chute, mas a bola escalou de lado e entrou.

"Estou bem, estou tranquilo", disse o goleiro. "Fizemos uma boa partida, estou feliz pela reação da equipe. Merecemos [a vitória], mas o futebol é assim. Foi um erro. Somente nós que colocamos o uniforme e entramos no campo sabemos como é difícil. Mas conto com o apoio dos companheiros e do treinador."

 

Nas redes sociais, o goleiro do Manchester United minimizou o seu erro. "Para aprender a triunfar, primeiro tens que aprender a falhar. Seguimos em frente", declarou De Gea, que disputa sua primeira Copa do Mundo como titular da seleção espanhola.

Depois do empate na estreia, a seleção espanhola voltará a campo no dia 20, próxima quarta-feira, para enfrentar o Irã, em Kazan.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.