Mauricio de Souza/Estadão
Mauricio de Souza/Estadão

Após fiasco, Santos se diz pronto para eleger presidente

Jurídico do clube vai estar de plantão para agir imediatamente se surgir uma liminar determinando votação por cédula

SANCHES FILHO, O Estado de S. Paulo

09 de dezembro de 2014 | 18h41

O Santos está preparado para eleger o novo presidente sábado. Foi o que disse o presidente do Conselho Deliberativo e da assembleia geral ordinária, Paulo Schiff, em entrevista coletiva nesta terça-feira, na Vila Belmiro. Uma das principais providências para que não se repitam os problemas ocorridos na primeira tentativa de eleição, sábado passado, são as correções nos sistemas de votação por urna eletrônica e por cédula de papel.

O departamento jurídico do clube vai estar de plantão para agir imediatamente na eventualidade de surgir uma liminar de última hora determinando que a votação seja por cédula e não por meio de urna eletrônica. Se não for possível derrubar a decisão judicial, a votação será por cédula de papel, contrariando o estatuto santista que determina que o processo adotado seja preferencialmente eletrônico.

"Como é a primeira vez que estão concorrendo cinco chapas, sempre soubemos que essa eleição não seria fácil", disse Schiff. "O jurídico do clube está pronto para derrubar qualquer liminar que seja obtida na Justiça. O impossível é fazer previsão se vai ou não haver problemas, mas na reunião com os coordenadores das cinco chapas, segunda-feira, foram tomadas decisões consensuais para a melhora da logística para evitar repetição de falhas do último sábado".

A eleição será realizada das 10h às 18h de sábado, na Vila Belmiro - falta decidir apenas se será no Salão de Mármore ou no ginásio de esportes do estádio - e no salão nobre da FPF, na Rua Federação Paulista de Futebol, 55, Barra Funda, em São Paulo. Na Vila, numa primeira etapa, os 50 mesários (cinco de cada chapa nas das 10 urnas) vão votar pelo sistema eletrônico. Se mesmo com todos os cuidados que estão sendo tomados houver falha, a votação passará a ser realizada com a utilização de cédulas. A sócios vão começar a votar por volta das 10h30, após os mesários. Duas urnas serão preferenciais para idosos.

O Santos estima que, dos mais de 19 sócios com condições legais, quatro mil vão votar na Vila Belmiro e dois mil na sede da FPF. São candidatos à presidência do clube, para o triênio 2015-2017, José Carlos Peres (Chapa 1, Santos Vivo), Nabil Khaznadar (2, Avança, Santos) Orlando Rollo (3, Pense Novo Santos), Modesto Roma Júnior (4, Santos Gigante) e Fernando Silva (5, Mar Branco).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.