Após ficar encostado, Renan mira novas oportunidades no Botafogo

Após passar boa parte do ano de 2014 encostado, o goleiro Renan espera voltar a ter oportunidades no Botafogo nesta temporada. O atleta, de 25 anos, está realizando a pré-temporada com os demais jogadores e quer se espelhar no titular e capitão da equipe, Jefferson, para resgatar seu espaço no clube.

Estadão Conteúdo

15 de janeiro de 2015 | 17h25

"O Jefferson dispensa comentários. Basta ver a situação dele na seleção brasileira. Mas é claro que eu quero jogar. Se o Jefferson quiser, poderia ficar o ano todo na seleção. Ficaria muito feliz. Se o René optar por mim, estarei pronto para jogar", brincou Renan, em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Durante o recesso de Copa do Mundo, em 2014, Renan recebeu propostas para sair do time alvinegro. E, pensando em adquirir uma sequência de jogos como titular - algo difícil no Botafogo, uma vez que o titular Jefferson vivia uma boa fase -, ele cogitou se transferir de time. As negociações não tiveram sucesso e, depois disso, a comissão técnica preferiu mantê-lo "encostado".

"Aconteceram muitas coisas naquele período da parada para a Copa do Mundo. Tem certas coisas que outras pessoas deveriam responder, a comissão que estava na época", lamentou. "Eu não queria prejudicar ninguém, muito menos o clube. Alguns clubes me procuraram, nós estudamos com a diretoria e não aconteceu até pelo meu carinho com o Botafogo, por tudo que vivi aqui."

Agora, além de Jefferson, Renan vai disputar posição com Andrey e Helton Leite. No entanto, a concorrência não preocupa o goleiro, que está tão motivado e com a mesma "alegria de quando subiu para os profissionais", em 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.