Vitor Silva/ SSPress
Vitor Silva/ SSPress

Após fim de jejum no Botafogo, Pimpão diz que foco não é só fazer gols

"Minha função é ajudar o time, seja com gols, assistências, me doando ao máximo", disse o atacante

Estadão Conteúdo

08 Março 2018 | 20h46

Após encerrar um jejum de gols na terça-feira, o atacante Rodrigo Pimpão admitiu alívio com o primeiro gol no Campeonato Carioca, mas ressaltou que seu foco não está somente em fazer gols. O jogador espera ajudar o Botafogo também com assistências e jogadas no restante do Estadual.

+ Confira a classificação da Taça Rio

"Espero que [o gol] se repita, sim. Não penso só em gol decisivo, penso em todos os jogos. Sempre digo que gol vem naturalmente, minha função é ajudar o time, seja com gols, assistências, me doando ao máximo. Acho que tenho mostrado isso", declarou o atacante, nesta quinta-feira.

Pimpão reiterou sua participação no setor ofensivo do Botafogo no momento em que ele ganha um concorrente por uma vaga no time titular. O atacante uruguaio Aguirre, de 23 anos, chegou recentemente ao clube.

"A gente já se encontrou em campo, pela Libertadores. Vimos que é um grande jogador. E encontrei ele aqui também, dei as boas-vindas, mas acho que ele não compreende muito o português ainda", declarou o atacante brasileiro.

Em busca de mais gols e assistências, Pimpão voltará a campo com o Botafogo no domingo para o confronto contra o Volta Redonda, fora de casa, pela quinta e penúltima rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Mais conteúdo sobre:
futebol Botafogo Rodrigo Pimpão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.