Ed Ferreira/Estadão
Ed Ferreira/Estadão

Após Flamengo ceder empate, Mano garante que time evoluiu

Time carioca chegou a ter 2 a 0 de vantagem no placar

AE, Agência Estado

07 de julho de 2013 | 10h01

BRASÍLIA - O técnico Mano Menezes garantiu ter aprovado a atuação do Flamengo, mesmo que o time tenha cedido o empate por 2 a 2 com o Coritiba após abrir 2 a 0, no sábado, em Brasília, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Ele preferiu destacar a força do adversário, que lidera o torneio nacional, e garantiu que o time apresentou evolução em relação ao amistoso contra o São Paulo, vencido por 1 a 0 na semana passada, em Uberlândia.

"Nós jogamos contra o líder do campeonato e atuamos de igual para igual. Tivemos até mais chances de vencer. O Felipe fez menos defesas que o goleiro deles. Hoje, o nosso problema não foi a oscilação. O time esteve mais estável e já não oscilou tanto como fez contra o São Paulo", disse.

Mano também destacou o apoio do torcedor, que lotou o Mané Garrincha, com um público de 52.825 pagantes. O treinador ressaltou a necessidade da equipe receber o apoio dos flamenguistas para conseguir lutar pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro.

"A atmosfera criada pelo torcedor foi o mais positivo. A torcida apoiou bastante e entendeu as limitações momentâneas da equipe. Hoje, precisamos do torcedor e vamos passar por esse momento, em que necessitamos uma afirmação, com o apoio do torcedor. Queremos, em breve, vencer para brindar o flamenguista e fazer com que ele venha ainda em maior número aos jogos", afirmou.

Com esse empate, o Flamengo está com seis pontos somados em seis jogos, na 14ª colocação no Campeonato Brasileiro. A equipe, porém, pode ser ultrapassada neste domingo por Corinthians, Santos, Goiás e Atlético Mineiro. O time volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, às 21h50, quando vai enfrentar o ASA, em Arapiraca, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.