Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Após focar seleção, Valdivia diz priorizar o Palmeiras

Para o jogador, o foco neste momento é ajudar a equipe a subir de divisão

DANIEL BATISTA, Agência Estado

15 de julho de 2013 | 11h42

SÃO PAULO - No início deste ano, o meia Valdivia disse, em entrevista coletiva, que sua prioridade era voltar a jogar bem para conseguir voltar à seleção chilena. "Quero jogar por mim e voltar à seleção", disse o jogador, que agora pensou melhor e adotou um novo discurso após a vitória por 4 a 1 sobre o ABC, conquistada na última sexta-feira, no Pacaembu, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Para Valdivia, o foco neste momento é ajudar o Palmeiras na luta para voltar à primeira divisão e que isso pode, consequentemente, levá-lo para a seleção. "A minha maior motivação é levar o Palmeiras de volta para a Série A. Claro que quero voltar para a seleção, mas não posso ficar pensando só nisso, já que se eu não for bem no Palmeiras não conseguirei voltar", alertou o jogador, que deixou o gramado aplaudido e tendo seu nome cantado pela torcida.

Apesar de tanto apoio, o chileno deixa claro não se empolgar com os aplausos. "Eu entro em campo buscando tranquilidade e jogar bem. Não penso se a torcida vai me apoiar, ou não. Eu sei que, se jogar bem, terei a resposta do torcedor", explicou.

O chileno, que chegou a ficar mais de 100 dias seguidos sem atuar pelo Palmeiras neste ano, pode fazer a terceira partida consecutiva pelo time neste sábado, quando a equipe enfrenta o Figueirense, às 16h20, em Florianópolis, pela oitava rodada da Série B.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasValdiviaChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.