Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Após garantir-se na Libertadores, Grêmio tenta assegurar permanência de Renato

Equipe já apresentou a proposta salarial para tentar manter treinador, que, por sua vez, ficou de estudá-la

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2018 | 09h46

A vitória sobre a Chapecoense, no último domingo, garantiu matematicamente a classificação do Grêmio à Libertadores do ano que vem. A busca, agora, é por confirmar uma vaga no G-4, mas a diretoria tem outra grande preocupação em mente: assegurar a permanência do técnico Renato Gaúcho em 2019.

Campeão da Copa do Brasil de 2016 e da Libertadores de 2017 nesta passagem pelo clube, Renato deixou a desconfiança para trás e se firmou como um dos grandes técnicos do País. Por isso, o Grêmio tenta renovar seu contrato, válido apenas até o fim do ano. Mas o treinador tem sido bastante misterioso quando questionado sobre o assunto.

"Eu não quero tocar nesse assunto, quero acima de tudo garantir vaga no G-4. O contrato a gente vai conversando, trocando ideia, amanhã ou depois a gente fala. Tem a falta de tempo também, é um jogo em cima do outro. É corrido, mas daqui a pouco a gente senta e conversa. O principal de tudo isso é o clube", disse no domingo.

O Grêmio já apresentou a proposta salarial para tentar manter Renato, que, por sua vez, ficou de estudá-la. Apesar do otimismo demonstrado pela diretoria, o treinador assustou após o empate com o São Paulo, na semana passada, quando também foi evasivo ao ser questionado sobre o assunto e cravou: "Nós passamos, mas o clube fica."

 
Tudo o que sabemos sobre:
GrêmiofutebolRenato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.