Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Após gol, Danilo Avelar se diz mais confiante no Corinthians em 2019

Bastante criticado pela torcida, lateral-esquerdo também marcou o gol no triunfo sobre o Palmeiras neste ano

Dani Arruda, Estadão Conteúdo

17 de março de 2019 | 20h06

Autor do gol da vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Oeste, neste domingo, na Arena, o lateral-esquerdo Danilo Avelar afirmou que o melhor rendimento nesta temporada passa, basicamente, por dois fatores: a confiança depositada nele pelo técnico Fábio Carille e a sequência de bons resultados do time. Este ano, também foi dele o gol do triunfo no clássico sobre o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista.

"A volta da minha confiança não vem do gol do Palmeiras. Na verdade, o futebol dá evidência a quem faz cruzamento, gol, um conjunto. A equipe dá mais confiança para que a gente melhore na qualidade do passe, na segurança, daí vem a nossa evolução. O time se encaixou e, a partir daí, os jogadores se sobressaem", analisou.

Danilo Avelar avaliou que o Corinthians oscilou no início da temporada por uma série de novidades que vinham sendo adotadas por Carille, a quem o lateral-esquerdo fez muitos elogios.

"O ano começou com muitas coisas novas, metodologia nova, então era natural que no início tivesse um ponto de interrogação. Meu objetivo não é fazer gol importante, mas sim ajudar a equipe a sempre vencer. O professor (Fábio Carille) deixa a gente confiante e consequentemente os gols estão saindo", completou.

Danilo Avelar foi muito criticado pela torcida do Corinthians na temporada passada. Neste ano, a diretoria do clube tentou o retorno de Guilherme Arana, dando claros sinais de que não estava plenamente satisfeita com o rendimento dele na posição. Mas Avelar garantiu encarar a situação com naturalidade.

"Quem realmente entende de futebol, tem condições de fazer uma crítica. Mesmo quando era criticado, as coisas não davam certo para nós, sempre estava jogando. Tenho de aceitar as críticas, nunca vou rebater. Crítica só rebato com atitude, provando que posso vestir a camisa do Corinthians", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.