Divulgação
Divulgação

Após gol de Everton, Renato Gaúcho exalta poder de recuperação de jogadores do Grêmio

Equipe gremista abriu boa vantagem sobre o Caxias na decisão do Campeonato Gaúcho

Redação, Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2020 | 09h22

O gol marcado por Everton, aos 32 minutos do segundo tempo, fechou a vitória do Grêmio por 2 a 0 sobre o Caxias, na noite de quarta-feira, no Estádio Centenário, deixando o time perto da conquista do título do Campeonato Gaúcho, e levou o técnico Renato Gaúcho a exaltar o poder de recuperação de jogadores da equipe sob o seu comando.

Everton chegou ao Grêmio em troca por Luciano com o São Paulo, time pelo qual vinha sendo pouco aproveitado. Sempre saindo do banco de reservas, estreou no empate por 0 a 0 com o Vasco, no domingo, substituindo na quarta o lesionado Pepê. Ele foi classificado por Renato como "grande contratação". Além disso, o treinador afirmou que jogadores recuperam o futebol quando chegam ao clube, citando Diego Souza como exemplo.

"Lógico que esse gol vai dar confiança. Foi um golaço, diga-se de passagem. Os jogadores, quando chegam aqui, voltam a jogar. O próprio Diego veio e muita gente tinha pulga atrás da orelha. Ele voltou a jogar o futebol dele. Aqui no Grêmio tem uma coisa diferente", afirmou, após a partida em Caxias do Sul.

Everton poderá até ser escalado como titular no domingo, quando o Grêmio receberá o Caxias, na sua arena, para o segundo jogo da decisão do Campeonato Gaúcho, pois o titular Pepê deixou o duelo contundido.

Com o placar do confronto de ida, o Grêmio poderá perder por até um gol de diferença para voltar a ser campeão estadual. Renato reconheceu que o cenário é positivo, mas ressaltou que nada está definido.

"É uma vantagem, principalmente porque vamos jogar em casa, mas não está nada definido. A gente ainda não conseguiu o título. Tem mais 90 minutos pela frente", disse o treinador gremista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.