Werther Santana/ Estadão
Werther Santana/ Estadão

Cristaldo avisa esposa: 'Não casou com Cristiano Ronaldo'

Atacante dedicou à mulher o gol de sorte que fez contra o Flu

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

16 de junho de 2015 | 16h45

Autor do gol da vitória do Palmeiras sobre o Fluminense, domingo, no Allianz Parque, o atacante Cristaldo esbanjou bom humor para falar do lance que garantiu os primeiros três pontos da equipe alviverde conquistados em casa. O jogador admitiu que o gol saiu em um lance de sorte e que brincou com a mulher após a partida.

Ao final da partida, ele mostrou emoção e disse que dedicava o gol para sua mulher, já que ela estava sofrendo muito com a situação da equipe. "Fiquei emocionado porque quando eu estava saindo do campo, vi na torcida a minha mulher e subiu a minha emoção porque na semana passada ela estava triste pelas coisas que estavam acontecendo. Eu sou profissional e estou acostumado com as coisas do futebol, mas minha mulher não conhece nada de futebol. Tudo que ela ouve, ela acha que é verdade", disse o atacante, autor de nove gols na temporada.

"Depois do jogo, ela estava muito feliz. Falei que, porque fiz o gol, não é para ela achar que está casada com o Cristiano Ronaldo. Fiz um gol de sorte. Se eu não fizesse, era tchau. Se ela ficar me elogiando muito, eu vou para o Real Madrid", brincou.

O jogador ainda admitiu que contou com a sorte para marcar o gol. "Pouca não, muita sorte. O Egídio chutou, eu estava na barreira para impedir a visualização do goleiro. Olhei para trás e o goleiro estava olhando embaixo da gente. A bola sobrou para mim, fiz uma tabela com a trave e fiz o gol. A tabela ainda saiu mal, porque chutei com o joelho", explicou, sem deixar de mostrar bom humor com a situação.

Cristaldo pode aproveitar a chegada de Marcelo Oliveira para conseguir recuperar espaço. O treinador já avisou que fará algumas mudanças na equipe e uma delas pode ser a entrada de um centroavante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCristaldobrasileirao

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.