PAUL ELLIS /AFP
PAUL ELLIS /AFP

Após gol e assistência de Richarlison, Everton leva virada e ainda pode cair

Atacante brasileiro comanda, mas equipe de Liverpool é derrotada pelo Brendford por 3 a 2 e segue na luta contra o rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2022 | 14h48

Em um jogo cheio de reviravoltas, o Everton ficou em vantagem duas vezes, liderado pelo brasileiro Richarlison, mas teve um atleta expulso e sofreu a virada por 3 a 2 para o Brentford neste domingo pela 37ª rodada. Jogando no Goodison Park, o time de Frank Lampard precisará brigar contra o rebaixamento nas últimas rodadas do Campeonato Inglês.

Após abrir o placar com assistência de Richarlison e gol de Calvert-Lewin, o Everton viu Jarrad Branthwaite ser expulso e sofreu o empate na sequência. No último lance do primeiro tempo, Richarlison cobrou pênalti e fez 2 a 1, mas o Everton sofreu dois gols em três minutos na etapa final e acabou derrotado em casa.

A derrota mantém o Everton com riscos de ser rebaixado. O time é o 16º colocado, com 36 pontos, um a mais que o Leeds e dois a mais que o Burnley, primeiro time na zona de rebaixamento. Burnley e Everton têm mais dois jogos para fazer, enquanto o Leeds tem apenas um. O Brentford, 46 pontos, chega a duas vitórias seguidas, na 13ª posição.

Não demorou muito para o Everton abrir o placar. Após levantamento na área aos 10 minutos, Richarlison desviou e Calvert-Lewin completou para fazer 1 a 0. Mas as coisas se complicaram após Branthwaite levar cartão vermelho por falta aos 18 minutos. Um gol contra de Coleman aos 37 empatou o jogo para o Brentford. O time de Liverpool ainda pôde terminar o primeiro tempo em vantagem porque Richarlison converteu cobrança de pênalti.

No segundo tempo, a situação voltou a se complicar para o Everton. Aos 16, após levantamento de Eriksen, Wissa conseguiu um desvio de cabeça na primeira trave para empatar novamente o jogo. Não demorou para a virada do Brentford sair. Três minutos mais tarde, o baixinho Henry subiu na área e ganhou de cabeça para fazer 3 a 2 sobre o Everton.

Nos minutos finais, Salomón Rondón conseguiu ser expulso por falta violenta apenas quatro minutos depois de entrar em campo. No finalzinho, um chute de Eriksen no ângulo foi salvo por Holgate para evitar uma derrota ainda pior.

O Everton volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Crystal Palace em casa e depois fecha sua campanha contra o Arsenal em Londres. Uma vitória do Everton em uma dessas partidas será suficiente para livrar o time do rebaixamento. Mesmo se o Everton não fizer seu papel, o Brentford pode salvar o time caso vença ou empate com o Leeds na 38ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.