Gilvan de Souza
Gilvan de Souza

Após gol e boa atuação, Vinicius Junior reverencia Zico e vê evolução no Flamengo

Jovem atacante diz se sentir em casa na Ilha do Urubu

Estadão Conteúdo

22 Janeiro 2018 | 12h38

O começo de ano de Vinícius Junior pelo Flamengo tem sido diferente. Acostumado a entrar no decorrer das partidas na última temporada, o jogador de 17 anos exerceu papel de liderança no time, todo formado por garotos, e usou a camisa 10 pela primeira vez entre os profissionais no último domingo, na vitória por 1 a 0 sobre a Cabofriense.

+ Com São Paulo e Portuguesa, semifinais vão definir finalistas da Copa São Paulo

Ele não foi brilhante nos 62 minutos em que esteve em campo, mas se movimentou bastante, deu dribles e teve atuação decisiva ao marcar o único gol da partida. À vontade no Luso-Brasileiro, a promessa falou sobre a sorte que tem no estádio, onde já marcou cinco gols, e reverenciou Zico.

"Acabou virando minha casa junto com a torcida do Flamengo. Hoje só foi no gol diferente, ali pertinho da torcida. Foi mais bonito e mais emocionante. Utilizar a camisa 10 no profissional pesa bastante, pois ela é do nosso rei Zico. Fico muito feliz pela oportunidade", afirmou.

A troca de posições com Lucas Silva também chamou a atenção. Muitas vezes "preso" na ponta esquerda, desta vez o atacante flutuou bastante durante a partida e crê que está evoluindo aos poucos com a camisa do Flamengo.

"Carpegiani pediu essa troca de posições. Comecei pela direita, já que iniciamos a partida com dois atacantes. Depois troquei com o Lucas Silva, pois na base jogávamos assim, eu na esquerda e ele na direita. Sinto-me mais à vontade desta forma. Estou evoluindo nesse ponto a cada dia".

Com a vitória, a segunda no Campeonato Carioca, o Flamengo lidera o grupo B da Taça Guanabara com seis pontos, dois à frente do Bangu, segundo colocado e próximo adversário da equipe. O duelo está marcado para a próxima quarta-feira, novamente no luso-brasileiro.

Mais conteúdo sobre:
futebol Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.