Rodriguinho exalta Corinthians, agora 'temos de atropelar'

Com confiança, jogador não teme quem vier pela frente

Vitor Marques, Estadão Conteúdo

21 de abril de 2016 | 07h15

A goleada por 6 a 0 diante do Cobresal, no Itaquerão, encheu de otimismo os jogadores do Corinthians, que agora já projetam o rival das oitavas de final na Copa Libertadores. "Quem vier, temos de atropelar", afirmou o meia Rodriguinho após o jogo nesta quarta-feira. Com a vitória, o rival mais provável do Corinthians na próxima fase será o Nacional, do Uruguai. Isso só não acontecerá se o River Plate perder para o Trujillanos no Monumental de Nuñez - neste caso o adversário será o Deportivo Táchira.

O Corinthians deve jogar o primeiro jogo nas oitavas de final já na próxima semana - a Conmebol irá confirmar as datas na sexta-feira. O que é certo é que o time de Tite fará o primeiro jogo da próxima fase fora de casa. Tite escalou apenas reservas diante do Cobresal. Apenas Cássio começou o jogo como titular. Por isso vários jogadores que foram bem encararam a partida como chance para ganhar uma vaga no time.

"As oportunidades vão aparecendo. Nós treinamos todos os dias forte. O time tem de entrar e fazer o que sabe, colocar em prática. Quem entra, dá conta do recado", disse o lateral-esquerdo Guilherme Arana, que fez um dos gols.

Tudo o que sabemos sobre:
CobresalCorinthiansRodriguinhoTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.