EFE/Javier Lizón
EFE/Javier Lizón

Após goleada, Atlético de Madrid contabiliza desfalques

Caso mais preocupante para o técnico Diego Simeone é o do volante Koke, que está com uma lesão no tendão da perna esquerda

Estadão Conteúdo

09 de fevereiro de 2015 | 15h40

A memorável vitória do Atlético de Madrid por 4 a 0 sobre o rival Real Madrid, no último sábado, no Vicente Calderón, pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol, teve o seu custo para o time dirigido por Diego Simeone, que perdeu vários jogadores para o duelo com o Celta de Vigo, no próximo domingo, fora de casa.

Nesta segunda-feira, o Atlético de Madrid explicou que o meia Koke, um dos principais jogadores do time, sofreu uma lesão no tendão da perna esquerda. Por causa disso, além do duelo com o Celta de Vigo, ele também pode ficar de fora dos confrontos com Almería e Sevilla, ambos pelo Campeonato Espanhol, e Bayer Leverkusen, pela Liga dos Campeões da Europa.

Além disso, o meio-campista Saúl Ñíguez vai desfalcar o time por causa de uma lesão no joelho esquerdo. Além disso, o zagueiro uruguaio Diego Godín está em recuperação de uma fratura no nariz. O Atlético de Madrid também tem dois problemas por suspensão, do meia turco Arda Turán e do meio-campista Raúl García.

Goleado pelo Atlético, o Real Madrid também não saiu ileso do clássico. O clube revelou nesta segunda-feira que o volante alemão Sami Khedira foi diagnosticado com uma lesão muscular na perna esquerda. O jogador deve perder os duelos com Deportivo La Coruña, Elche e Villarreal pelo Campeonato Espanhol, bem como um jogo da Liga dos Campeões da Europa contra o Schalke.

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.