Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Após goleada, Fábio Carille não é mais técnico do Corinthians

Técnico foi demitido depois do time alvinegro ser derrotado por 4 a 1 pelo Flamengo, no Maracanã

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2019 | 18h26
Atualizado 04 de novembro de 2019 | 13h48

Fábio Carille não é mais técnico do Corinthians. O treinador não resistiu a derrota por 4 a 1 para o Flamengo neste domingo, em jogo disputado no Maracanã e foi demitido pouco tempo depois do término da partida.

O treinador deixa o clube em sua segunda passagem, que teve início no começo desta temporada. Neste ano, foram 70 jogos, sendo 27 vitórias, 25 empates e 18 derrotas. No total, Carille tem 183 jogos, sendo 86 vitórias, 56 empates e 41 derrotas. O presidente Andres Sanchez deixou claro que Carille foi demitido e não entregou o cargo.

"Nós tiramos. Foi uma conversa, toda conversa de demissão é triste, ainda mais de um treinador que tem história grande no Corinthians, mas tivemos de tomar essa decisão", disse o dirigente. Carille tinha contrato com o Corinthians até dezembro do ano que vem e a multa para mandá-lo embora é por volta de R$ 6 milhões. Andres admite a dívida, mas diz que depois vai resolver como pagá-la. "Como ele disse, se precisar vamos de Casas Bahia (pagar em prestação). O Corinthians tem suas dificuldades financeiras, mas não era uma multa que segurava", completou.


A tendência é que o Corinthians seja comandado na quarta-feira, contra o Fortaleza, por Dyego Coelho, ex-lateral-direito e atualmente técnico do time sub-20. Andrés não quis adiantar quem irá dirigir o time na sequência da temporada. "Vamos atrás de um treinador, mas não dá para chegar essa semana. Vamos atrás, mas vai sair bastante gente", avisou. 

Existe, inclusive, a possibilidade do Corinthians ter um novo treinador ainda neste ano. "Até quarta-feira vamos ver quem toma conta do time. Amanhã (segunda-feira) vamos atrás para ver se chega outro treinador ainda neste ano", explicou o dirigente.

Na primeira passagem, Carille conquistou o Campeonato Brasileiro de 2017 e o Paulistão de 2017 e 18. No meio do ano passado, ele deixou o clube e foi trabalhar na Arábia Saudita. No fim do ano passado, retornou ao Corinthians e conquistou mais uma vez o Paulistão. Mas tudo mudou durante o Brasileirão, principalmente nas últimas rodadas. O treinador passou a criticar e cobrar publicamente o elenco corintiano, algo que desagradou os jogadores e membros da diretoria.  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.