Após goleada, Flamengo se refugia em Teresópolis

O Flamengo decidiu nesta segunda-feira que passará a semana treinando em Teresópolis, na Granja Comary, como uma forma de aliviar a pressão sobre os jogadores e o técnico Cuca após a goleada por 5 a 0 sofrida para o Coritiba, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O elenco do time carioca se reapresenta ao meio-dia desta terça, e já segue para o centro de treinamento da seleção brasileira.

AE, Agencia Estado

15 de junho de 2009 | 20h49

Na manhã desta segunda-feira, o grupo desembarcou no Rio de Janeiro e evitou comentar a goleada sofrida em Curitiba. Cuca e boa parte dos jogadores não quiseram conceder entrevista. Só o lateral-direito Éverton Silva e o goleiro Bruno falaram. A ausência no Aeroporto Santos Dumont foi novamente do centroavante Adriano. A falta do jogador, porém, não foi explicada pela diretoria do Flamengo, e ele deve se reapresentar normalmente na terça.

A programação do time começa com o treino na tarde desta terça, já na Granja Comary. O Flamengo tentará se recuperar da goleada no próximo domingo, contra o Internacional, no Maracanã. Enquanto o clube carioca soma sete pontos e está na 11.ª posição, o time gaúcho é o vice-líder, com 14 pontos. Na partida, Cuca já não contará com o atacante Josiel e o volante Jônatas, que foram dispensados e nem seguirão com o grupo para Teresópolis.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.