José Luis Silva/ CA Linense
José Luis Silva/ CA Linense

Após goleada, Guilherme Alves entrega o cargo no Linense

Técnico decide não continuar no comando da equipe depois de perder por 4 a 0 para o Palmeiras

Estadao Conteudo

20 Fevereiro 2017 | 12h38

Guilherme Alves não é mais treinador do Linense no Campeonato Paulista. Ele entregou o cargo à diretoria na manhã desta segunda-feira, na reapresentação após a goleada por 4 a 0 para o Palmeiras no último domingo. O resultado desta quarta rodada manteve o time com três pontos no Grupo B, apenas a um da Ferroviária, primeiro na zona de classificação à próxima fase. O time já tem compromisso na quarta-feira, contra a Ponte Preta, em Lins.

Em rápido contato por telefone, o treinador confessou que se reuniu com a diretoria ainda no domingo, após o jogo da Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, e decidiu deixar o clube na manhã desta segunda. Ele chegou ao Linense em novembro de 2016, vindo do Vila Nova, onde jogou a Série B. Seu trabalho de maior destaque foi no Novorizontino, que ele levou da Série A3 até a elite do estadual.

Junto com Guilherme Alves, o auxiliar Jorge Raulli também deixou o Linense. Sem comandante, a diretoria se reuniu ainda pela manhã para decidir quem estará na área técnica contra a Ponte, pela quinta rodada, às 19h30 da próxima quarta-feira, no estádio Gilberto Siqueira Lopes. Sem muitas opções, o gerente de futebol Fausto Momente pode ser o interino. Hoje dirigente, ele foi um dos grandes ataques que passaram por Lins, onde conquistou a Série A2 em 2010.

Guilherme Alves é o segundo treinador que cai ainda no começo desde Campeonato Paulista. Antes, Antônio Picolli deixou a Ferroviária para dar lugar a Paulo César de Oliveira, treinador da seleção brasileira de futsal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.