Após goleada, Levir pede tranquilidade e apoio para Atlético-MG reagir

O técnico Levir Culpi tentou passar um tom de tranquilidade nas suas palavras após a derrota do Atlético Mineiro por 4 a 0 para o Santos, na noite de quarta-feira, na Vila Belmiro, que impediu o time de se aproximar do líder Corinthians, que manteve a vantagem de cinco pontos na dianteira do Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2015 | 10h33

Para o treinador, o momento não é de apontar culpados, mas de corrigir rapidamente os erros, para que o time reaja rapidamente. "Não vamos começar a inventar coisas, vamos juntar os trapinhos e ir para a próxima partida, temos chances de brilhar já no próximo domingo", disse.

Em busca da recuperação, o Atlético-MG volta a jogar no próximo domingo, quando vai receber o Flamengo, no Independência, pela 27ª rodada do Brasileirão. E Levir pediu união e apoio da torcida para que o time volte a vencer e não corra o risco de ficar mais distante do Corinthians.

"É pensar no próximo jogo, tomara que passe rápido. Para sair de uma situação dessas temos que estar juntos. Vamos pegar o Flamengo e precisamos da torcida", comentou o treinador atleticano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.